Atrevida,
Abusada e
Poderosa

Farofa Tropikal e
Coletivo Rachadura

Ouça a música do futuro videoclipe.

A Farofa Tropikal é uma banda que bebe da fonte musical tropical latino-amazônico-caribenha, fundindo ritmos e sonoridades em uma identidade singular.

Nasceu em Curitiba – PR, do encontro da vocalista e baterista paraense Layse Rodrigues, com os paranaenses Lorran Valle, guitarrista, e Gabriel Dietrich, baixista e vocalista. O power trio tocou no underground curitibano por 7 meses, contagiando o sul com o calor nortista. Lambadas, merengues, guitarradas, cúmbias e clássicos do brega nortista brasileiro sempre fizeram parte do repertório da banda, com um toque moderno de rock e psicodelia em seus arranjos.

Em novembro de 2017 lançaram seu primeiro EP, gravado em home studio, disponível no Youtube.

Em dezembro de 2017 o trio ingressou numa imersão em Belém do Pará para a vivência da música nortista, e desde então a Farofa Tropikal respira os ares amazônicos.

Em junho de 2018, durante uma rápida turnê pelo sul do país (RS/PR) a banda lançou o clipe da música “Desdenhas”, disponível no Youtube. Em Belém a Farofa produz desde março de 2018 a festa semanal Quartas Tropikais, no Espaço Cultural Apoena, que resgata os sucessos do brega marcante, gênero muito forte nos anos 80/90 na periferia de Belém.

As letras do grupo tratam do olhar feminino para o mundo, o empoderamento da mulher e outras lutas cotidianas e sociais.

Na entrevista para a TV Unama – Programa Terruá, Laysa conta um pouco a irgem da banda em Curitiba. 

“De sangue forte
Belém do Pará e o Marajó
Vim lá do norte
Trazer nosso carimbó”

#MENU

Apresentação

A proposta para o ConVIDA é finalizar e lançar nas redes sociais o videoclipe de Atrevida, Abusada e Poderosa da banda que mistura em sua formação músicos do Pará e o Paraná, Farofa Tropikal.

Um trio que balança os esqueletos com cúmbias, bregas e carimbó e também com suas repagização dos mestres paraenses.


No clipe, Layse (a vocalista) que veio de Breves, na ilha do Marajó, pega o barco de Belém para alter do chão e cantam junto as mulheres que as acompanhou, Abusada, Atrevida e Poderosa.

No link do projeto, você encontra A letra completa, a música gravada em estúdio, ouve outras músicas da banda e conhece em detalhes a proposta de direção do filme que já foi rodado de forma independente pré-pandemia entre dezembro de 2019 e janeiro de 2020.

O trabalho que vamos executar neste projeto, só depende de envio de Hard Drives entre o Pará e o Paraná e de uma editora. Não há aglomerações neste processo de trabalho e não serão filmados outras cenas para compor esse projeto, respeitando o #fiqueemcasa.

O projeto faz parte do coletivo Rachadura Visual de Curitiba (www.rachadura.com) que reúne artistas de diversas áreas para lançamentos de projetos na internet. Parte do recurso também prevê investimento em anúncios de Google Adwords e Facebook. Além disso, o suporte financeiro para os músicos e artistas envolvidos no projeto será essencial neste momento.

Letra da música

Deixa eu te fazer enloquecer
Tira essa vergonha da tua cara
Se o ritmo te da prazer
Joga o teu corpo e te embala

No grave da lambada 
amor não vês que eu to
toda suada já
mas quando que eu vou
ficar parada
Com o meu copo eu vou
entrando nessa roda
atrevida, abusada e
poderosa
Com o meu copo eu vou
entrando nessa roda
atrevida, abusada e
poderosa
E quando a música baixar
eu pego na tua mão
junta o corpo com o meu
corpo

ai meu deus que tentação
e te digo no ouvido
que é pra tu tomares nota
que eu sou atrevida
abusada e poderosa
atrevida abusada e
poderosa

mas desde menina
atrevisa abusada e
poderosa
atrevida abusada e
poderosa

SOLO 1 – Guitarra
Convenção 1 – Bateria e Baixo
SOLO 1 – Guitarra (continua)
Convenção 2 – Repeat

Deixa eu te fazer
enloquecer
Tira essa vergonha da tua cara 
Se o ritmo te da prazer
Joga o teu corpo e te embala

Convenção 3 – Tensão
No grave da lambada 
amor não vês que eu to
toda suada já 
mas quando que eu vou
ficar parada
Com o meu copo eu vou
entrando nessa roda
atrevida, abusada e
poderosa

Com o meu copo eu vou
entrando nessa roda
atrevida, abusada e
poderosa

Convenção 4 – Break
E quando a música baixar
eu pego na tua mão
junta o corpo com o meu
corpo
ai meu deus que tentação
e te digo no ouvido
que é pra tu tomares nota
que eu sou atrevida
abusada e poderosa
atrevida abusada e poderosa

mas desde menina 
atrevisa abusada e
poderosa
atrevida abusada e
poderosa

SOLO 2 – Guitarra
Convenção 5

SOLO 2 – Guitarra (continua)

Riff Inicial
Prepara Rock
Rock
FIM

Proposta de direção

Nesta proposta apresento a decupagem do material filmado o parte da montagem do videoclipe prevista para o projeto. Os solos, as convenções e as viradas identificadas no texto da letra (acima), serão balizadores na hora da montagem do videoclipe que irão intercalar a partir dos planos abaixo listados:

cenário

As paisagens que percorrem o clipe são de uma viagem de 4 dias de barco de Belém do Pará até Alter do Chão de Barco. As imagens gravadas totalmente independentes.

layse vai na cartomante dentro do barco

Algumas cenas foram ficcionalizadas dentro do barco, como essa em que Ariane a cartomante revela uma previsão.

dublagem da música por mulheres que viajaram conosco

Convidamos as mulheres da viagem a falar para a câmera. Abusada, Atrevida e Poderosa.

Além disso, dançamos com as trabalhadoras da barco. 

CANTANDO NO BARCO

Layse e Lorran interpretam a música dentro do barco. Cada membro da banca interpreta a música completa uma vez em um cenário diferente da viagem. 

ALTER DO CHÃO

Gravamos no barco da ilha do amor, nas cabanas e claro, na praia. Pensadas para o final do clipe. 

Destinação do recurso sesc convida​

RECURSOS

Os recursos serão destinados para:

  • Pagamento de bolsa auxílio aos artistas da banda.
  • Serviços de edição e finalização do videoclipe.
  • Serviço de mixer final da música
  • Assessoria de imprensa digital e anúncios em Google Ads e Facebook
  • Produção de conteúdo para divulgação nas redes sociais como teaser e realise de lançamento online.

SOBRE NOS

SOBRE A RACHADURA

A Rachadura surgiu por um coletivo de vizinhos artistas que começaram a trabalhar juntos de forma voluntária para divulgar músicos, espetáculos, artistas visuais e escritores através de produção de videoclipes e divulgação nas redes socias. Você pode conhecer os projetos que divulgamos na home www.rachadura.com

rudolfo_auffinger

SOBRE O DIRETOR

Sou profissional autônomo em produção e direção de cinema há 10 anos, recentemente fiz parte do longa-metragem Casa de Antiguidades, longa brasileiro anunciado no festival de Cannes para a seleção de 2020. E tenho lançado projetos de videoarte, poesia e música com o coletivo rachadura visual que compõem esse projeto. Meu portfólio completo está disponível em www.rudolfo.art.br

MAIS SOBRE A BANDA

8.979 visualizações

O single “Desdenhas”, composição da vocalista e baterista Layse Rodrigues, fala dos jogos de amor nos relacionamentos e de como o amor é tratado nos tempos de hoje, onde as pessoas trocam companhias por celulares, mensagens deixam de ser respondidas por orgulho quando o amor deveria ser assim, leve e sem meias palavras. Com a direção do cineasta Rudolfo Auffinger, o clipe foi gravado em Curitiba marcando a 1º fase da banda, antes dos integrantes paranaenses se mudarem para a capital paraense, Belém do Pará.

Farofa Tropikal – Composição:
Voz e Bateria: Layse Rodrigues
Guitarra: Lorran Valle
Baixo: Gabriel Dietrich

ELENCO

Aerin Maguian
Ana Spreizner
Bruno Campos
Camila Brandão
Giovana Martucci
Júlia Ramos
Matheus Witt
Pedro Lauro
Pedro Lauro Domaradzki Filho
Samuel Teixeira
Tamires Lourdes

agradecimentos

André Domaradzki Bar Pedro Lauro Daniel Bernardon Eduardo Alves Felipe Novachinski Florebela Leticia Jenifer Coimbra Largo das Artes Pedro Lauro Pedro Lauro Domaradzki Filho Pitombas do Amor TrunkShot

ROTEIRO

Layse Rodrigues
Lorran Valle
Keythe Tavares
Melito
Rudolfo Auffinger

DIREÇÃO E MONTAGEM

Rudolfo Auffinger

Produção e direção de arte

Keythe Tavares

figurino

Giovana Martucci

Direção de Fotografia

Melito

Assistente de Fotografia

Oruê Brasileiro
Rodrigo Franco
Cristiano Vaz

Finalização

Igor Alegro

Assistente de PROdução

Lucas Ricardo Veiga

OUTROS SONS DA BANDA

Artistas de referência para o trabalho da banda. 

CONTATO

Scroll Up
Scroll Up